Rotas de importação da COVID-19 para o Brasil


Rotas de importação da COVID-19

Entre fevereiro e março de 2019, o Brasil recebeu 841.302 passageiros internacionais em um total de 84 cidades em todo o país.


São Paulo, a maior cidade do país, foi o destino final de quase metade (46,1%) dos passageiros que chegaram ao Brasil, seguidos pelo Rio de Janeiro (21%) e Belo Horizonte (4,1%).


Mais da metade dos passageiros internacionais iniciaram a viagem nos EUA (50,8%), seguidos pela França (7,9%) e Itália (7,5%).As rotas de viagens aéreas para aeroportos no Brasil com maior número de passageiros foram EUA-São Paulo (23,3%), EUA-Rio de Janeiro (9,8%) e Itália-São Paulo (3,4%).


Há uma necessidade crítica de dados epidemiológicos, de mobilidade humana e genéticos5para entender a dinâmica de transmissão de vírus em escalas local, regional e global.A integração contínua desses fluxos de dados deve ajudar a orientar a implantação de recursos para mitigar a transmissão do COVID-19.


Para saber mais, acesse o artigo completo. Clique aqui!

48 visualizações